Assinatura RSS

Arquivo da tag: corpo

Bad Day

Publicado em

Estou tão nheh hoje que minha mãe largou o cartão de crédito na minha mão denovo e eu nem senti aquela vontade louca de sair comprando coisa online, sabe como é isso? When you just don’t feel like it.

Acho que é a TPM fazendo seu amado efeito mas não estou me sentindo bem, e nem tive oportunidade de colocar um salto e bater uma perna pra ver se melhorava, tenho várias coisas pra fazer aqui pelo PC e pela minha mesa e não estou com a mínima vontade de me mexer. Quero mesmo é me enfiar na cama e só sair de lá semana que vem.

Isso podia existir né? Ligar pro chefe e falar ‘Olha querido, não vou trabalhar hoje porque estou com TPM, me sinto inchada e não tô afim de desfilar pela rua. Então assim, quando eu voltar a existir eu te ligo’, aí dava pra se jogar na cama, assistir Bridget Jones comendo chocolate e hibernar no ar condicionado.

Direitos femininos, we should work on it.

Fashionismo ou Copionismo?

Publicado em

Vocês já ouviram falar de neurônios espelho? São aqueles neurônios que como o nome mesmo diz: espelham comportamento. Quando somos bem pequenos eles funcionam a todo vapor, assim podemos aprender a falar, andar e aprender coisas que nossos pais fazem.

Mas e quando nós crescemos? Ainda temos os neurônios espelhos? Sim, temos. Principalmente quando alguém boceja do nosso lado, você acaba copiando o comportamento mesmo não querendo. Será que isso acontece com a moda? Será que vemos tanto aquilo acontecendo que acabamos copiando, mesmo não querendo ou não gostando muito?

Bem, eu vou contar o que aconteceu comigo: logo quando começou a moda das leggings eu achava aquelas calças grudadas e brilhantes muito estranhas, mas depois de ver muitas andando por aí, eu comecei a querer usar. Veja bem: eu continuo achando estranho e não posso me olhar no espelho quando visto uma, mas uso mesmo assim! Você fica com vontade de usar o que você vê pessoas usando, pode ser do seu jeito ou simplesmente, copiando um look que você viu online.

A biologia culpa os neurônios espelhos por nosso impulsos consumistas, a psicologia culpa a pressão social e nosso pais culpam nossas amigas e os cartões de crédito. Mas convenhamos… Vestir algo novo sempre é bem-vindo.

hardware

Publicado em

Eu passei boa parte do meu dia procurando e rodando atraz de pequenas peças de um computador e isso te faz pensar, uma máquina  em que tudo se encaixa e funciona (quase) perfeitamente mas q você escolhe o que entra e o que não entra.

Eu escolheria um monitor quase igual ao original, com pequenas modificações: nariz menor, olhos mais claros, cílios mais compridos. E talvez um hardware mais competente: centímetros a mais na altura, braços mais definidos, pernas mais compridas, musculos mais trabalhados e é claro,  aquele orgão principal que serve como controlador dos fios da nossa marionete um pouco afinado.

O que você escolheria como seu hardware?

perfeição

Publicado em
  1. -Eu tenho 1,49 de altura e não 1,51 como sempre divulgo;
  2. -Sim, eu tenho mais de 50kg, so what?
  3. -Compro 80% do meu armário em tamanho P ou 36, mesmo sabendo que o 38 vestiria mais confortável e quando acordo em dias ruins me xingo por 80% das minhas roupas serem apertadas;
  4. -Tenho, em torno de, 30 pares de salto-alto, gosto de usar uns 7. No máximo.
  5. -Sim, tem mais maquiagem e produtos de cabelo aqui do que você imagina;
  6. -Eu digo a todos que não sou loira mesmo sendo óbvio o contrário;
  7. -Ah sim, eu gosto do cabelo claro e deixaria ele mais claro se fosse mais branca;
  8. -Eu não tomo conhecimento de 75% das pessoas que trabalham comigo e poderia viver just fine sem elas;
  9. -Ao mesmo tempo, eu queria que todos gostassem de mim;
  10. -Eu gostaria de poder cantar;
  11. -Eu queria ser no mínimo 5kg mais magra mas não tomo atitude nenhuma pra isso acontecer;
  12. -Como batata-frita, chocolate, coca-cola e biscoitos todo dia, vide item acima;
  13. -Todo mundo diz que eu sou bonita e por mais que eu goste e aceite o elogio, internamente eu fico pensando ‘Eu entendo seu ponto de vista, mas eu queria mesmo é ser perfeita’.