Assinatura RSS

Dia das Mães

Publicado em

O dia das mamães é nesse domingo e a minha aqui em casa está frenética, afinal ela que me ensinou tudo que eu sei né? Mamãe é o exemplo do consumismo e da mulher do século 21.
Por exemplo? Ah, ela já fez listinha, já deixou indiretas pelos almoços e jantares, já falou o que quer e o que devemos comprar, isso quer dizer que: daqui a pouco eu vou ter que correr no shopping armada com o cartão do papai e comprar presentes pra ela.
Se eu comprar uma melissa pra ela vai ser muita cara de pau? Afinal, quem vai notar que usamos o mesmo tamanho de sapato? Ou aquela bolsa vinho linda? Ninguém vai achar falta de vergonha na cara, right?

E você, o que vai dar pra mamãe?

i feel pretty

Publicado em

” My outsides are cool
My insides are blue “

Do Dia e suas Surpresas

Publicado em

Sabe quando você não quer gastar dinheiro?

Eu estou nessa fase, seguindo minha promessa direitinho e me tornar uma pão-dura de primeira, mas como diria Joseph Klimber a vida é uma caixinha de surpresas então estou eu fazendo minha rota de hoje (casa-centro-aeroporto-centro-copacabana-centro-casa) quando consegui prender o salto da minha bota numa pedra e dar aquela leve torcida, no momento pensei que dava pra viver com aquilo até o fim do dia mas não deu.

Depois de várias caminhadas eu mal conseguia dar um passo, minha perna inteira doendo e meus pés estavam tentando assassinato, então depois da reunião final do dia lá fui eu, revoltada devo dizer, entrar de loja em loja procurando um chinelo qualquer que fosse no meu tamanho e um belo dorflex.

Acabei morrendo numa havaianas e mais tarde num livro para a faculdade. No final, o dia saiu uns R$ 50,00 mais caro do que deveria ter sido, mas é a vida e a tal caixinha de surpresas, estou com a perna latejando, febre, corpo todo doendo e um mal humor de dar inveja ao Snape.

Agora dá licença que eu vou alí dormir até semana que vem.

De Chocolates e Presentes

Publicado em

Essa pascoa, o namorado e eu, decidimos não trocar chocolates.

Agora vamos, não é algo assim tão estranho, se contar a minha atual condição de falta de compras e os quilinhos a mais, um chocolate não é uma prioridade muito alta e eu nem gosto muito de ovos de pascoa, normalmente eu como um pedaço e fico meses enrolando com o resto do chocolate até enjoar e dar pra vizinha (agora tente me dar uma daquelas tortinha de limão e ver o que acontece, vai! eu te desafio! ).

Levando tudo isso em conta, resolvemos trocar pequenos presentes em vez de chocolates, a ideia era dar algo que fosse mais ou menos do preço do fatídico ovo de pascoa mas algo que a pessoa fosse aproveitar mais do que as calorias, no final o namorado ganhou uma camisa e eu ganhei essa coisa fofa aí embaixo.

Essa corujinha (oi pelvini!) veio da loja Josefina Rosa Cor.

Não valeu uns chocolatinhos?

someone like you

Publicado em

não-lidos e a dúvida

Publicado em

Estou eu aqui denovo, passadas as provas da faculdade, estou inteira e consegui não gastar mais nada em compras… o que faz você notar: incrível como seu rico dinheirinho some MESMO quando você não está vendo nada entrar no seu armário.

Mas bem, voltando ao tema do post de hoje…

Acabei de ler I Am Number Four e adorei mas logo caí no seguinte: eu disse que não iria comprar mais nenhum livro novo tirando aquelas duas excessões né? E isso me coloca meio que numa sinuca, tenho alguns livros não-lidos na minha estante mas a questão é: eles estão não lidos por um motivo! Eu comprei e não me interessei em realmente começar a ler os fatídicos.

Leia o resto deste post

aniversários e presentes

Publicado em

Acho que todo mundo que está tentando economizar sabe que aniversários são a perdição de todo e qualquer auto-controle, não é?

Então, amanhã é aniversário do meu pai, ele está fazendo 65 anos e logo, hoje vai rolar uma bela festa aqui em casa. Isso quer dizer que eu passei quase a semana toda pesquisando valores e presentes pra comprar pra ele, como somos muitos aqui em casa e alguém sempre liga pedindo uma indicação, eu fiz uma bela lista.

A pior parte é você comprar tantos presentes e se controlar pra não gastar nem um dinheirinho com você, afinal, se você comprar uma camisetinha ou uma sombra ninguém vai notar, right?

Não, eu consegui me controlar e fugir das compras, afinal, já dei minha escapadinha do mês e agora estou me concentrando no fato que 80% das coisas que eu comprei nos últimos meses não chegaram ainda, acho que isso de você comprar e demorar a chegar tem essa parte boa: parece que você comprou na hora mesmo que você já tenha pago a meses.

Então, vamos lá dizer parabéns ao papai e parabéns pra mim, por ter me controlado tão bem com um cartão de crédito.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.